De acordo com o clube, treinado pelo português Pedro Martins, Ruben Semedo, o sérvio Lazar Randelovic e o brasileiro Bruno Felipe terão de pagar multas “do valor máximo permitido pelos regulamentos”, que serão doadas ao serviço nacional de saúde da Grécia.

O Olympiacos, adversário do FC Porto no grupo C da Liga dos Campeões, refere que os três jogadores estavam entre as cerca de 30 pessoas que participaram numa festa privada num hotel da capital grega.

Segundo a polícia, uma mulher de 24 anos “foi detida, por ter sido a organizadora do evento”.

O porta-voz do governo grego, Stelios Petsas, classificou a festa como “um exemplo de comportamento irresponsável”, numa altura em que o país assiste a um aumento do número de casos de infeção pelo novo coronavírus.

Além de Rúben Semedo, alinham no Olympiacos, líder da Liga grega de futebol, os portugueses José Sá, Pepe Rodrigues, Rúben Vinagre e Bruma.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.