“O Gil Vicente FC informa que Rui Almeida assume o comando técnico dos gilistas para a época 2020/21. Bem-vindo a Barcelos, ‘mister’!”, lê-se em comunicado publicado pela formação de Barcelos nas redes sociais.

Rui Almeida, de 50 anos, trabalhou cinco anos nos dois principais escalões franceses, com passagens por Red Star (2015-2017), Bastia (2017), Troyes (2018/19) e Caen (2019/20), e foi adjunto de Jesualdo Ferreira nos gregos do Panathinaikos e no Sporting (2012/13), no Sporting de Braga (2013/14) e nos egípcios do Zamalek (2014/15).

Natural de Lisboa, o técnico começou por orientar CAC Pontinha, Atlético e a formação do Benfica nos anos noventa, antes de assumir as funções de coordenador técnico da Associação de Futebol de Lisboa, coadjuvar as equipas técnicas de Estoril-Praia (2002-2008) e Trofense (2008-2010) e comandar a seleção sub-23 da Síria (2010-2012).

Rui Almeida estava desempregado desde setembro de 2019 e rende Vítor Oliveira, que conduziu o Gil Vicente a uma campanha tranquila na I Liga, culminada na 10.ª posição, com 43 pontos, 10 acima da zona de despromoção, numa temporada assinalada pelo regresso administrativo à elite, a partir do Campeonato de Portugal, após o ‘caso Mateus’.

Ainda sem reforços anunciados para a próxima época, os minhotos confirmaram o fim dos empréstimos do defesa Arthur Henrique (cedido pelos brasileiros do Ferroviária), do médio Bozhidar Kraev (regressou aos dinamarqueses do Midtjylland) e dos avançados Sandro Lima, Yves Baraye e Zakaria Naidji, que pertencem aos quadros de Grêmio Anápolis, dos italianos do Parma e dos argelinos do AC Paradou, respetivamente.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.