O piloto portuense teve de correr com 70 quilos extra no seu Honda Civic devido às regras de equilíbrio desportivo do WTCR, terminando a primeira corrida do dia em 21.º lugar e a segunda em 14.º.

“As duas corridas foram duras. O carro estava pesado. Conseguimos extrair o melhor dele em termos de equilíbrio, mas este peso extra foi complicado, sobretudo nas retas e na aceleração”, explicou o piloto do Porto.

A primeira das duas corridas do dia foi ganha pelo italiano Gabriele Tarquini (Hyundai i30) enquanto a segunda sorriu ao belga Frédéric Vervisch (Audi RS 3).

“A segunda corrida foi muito aborrecida. Depois entrou o ‘safety car’ e foi um pouco diferente, consegui lutar por algumas posições no meio do grupo. Marcámos dois pontos. mas não estou satisfeito com o resultado”, concluiu o piloto da Honda.

Com o 14.º da segunda corrida, Tiago Monteiro conseguiu amealhar dois pontos para o campeonato. O piloto luso tem, agora, 54, que lhe valem o oitavo lugar da geral.

O francês Jean-Karl Vernay (Hyundai i30) lidera, com 82.

A próxima corrida será em Itália em 1 de agosto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.