No sábado, o argelino Fethi Nourine foi obrigado a entregar a sua credencial e deixar os Jogos Olímpicos Tóquio2020, depois de ter renunciado à competição, perante a possibilidade de defrontar o israelita Tohar Butbul, em “apoio à causa palestina”.

Hoje, Abdalrasool esteve nas pesagens, mas não marcou presença no combate com o israelita, sem apresentar uma justificação para a ausência.

Butbul, que terminou o torneio de -73kg na sétima posição, disse ter sido informado de que o judoca sudanês tinha uma lesão no ombro, justificação que não convenceu a delegação israelita.

“Estas coisas às vezes acontecem no judo, não foi estranho para mim”, disse o israelita, que já em 2019 viu o argelino Nourine retirar-se dos Mundiais, antes de um confronto entre ambos, devido à questão palestina.

Depois da retirada de Fethi Nourine, a Federação Internacional de Judo considerou a decisão do judoca “é totalmente oposta” aos valores do organismo, que diz defender “uma política estrita de não discriminação” e de “promoção da solidariedade como princípio fundamental”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.