Aos 35 anos, e na sua quinta participação olímpica, aquela que é considerada a melhor judoca portuguesa de todos os tempos vai tentar voltar ao pódio e assim repetir o feito do Rio2016, quando foi bronze na categoria de -57 kg.

Será nos ‘tatamis’ do mítico pavilhão Nippon Budokan, a casa das artes marciais japonesas, que a 10.ª do ‘ranking’ mundial começará a sua jornada, contra a costa-marfinense Zouleiha Abzetta Dabonne, 38.ª, a partir das 11:00 (03:00 em Lisboa).

Em caso de triunfo, a porta-estandarte de Portugal, junto com Nélson Évora, defrontará a vencedora do combate entre ‘velhas conhecidas’, a polaca Júlia Kowalczyk (14.ª), que defrontou uma vez e ganhou, e a húngara Hedvig Karakas (12.ª), com quem tem um saldo de sete vitórias em nove duelos.

Se chegar aos quartos de final, a portuguesa encontrará, muito provavelmente, a canadiana Jessica Klimkait, líder mundial da sua categoria e que Telma nunca bateu, em três combates.

Aos 33 anos, João Pereira tem a motivação de mostrar no Japão que o quinto lugar no triatlo do Rio2016 não foi um mero acaso, tal como a prata nos Europeus de 2019.

Um ano mais novo, João Silva tem como melhor resultado o nono em Londres2012 — foi 35.º no Brasil — e dias de inspiração como aquele que em 2015 lhe deu a prata nos I Jogos Europeus, em Baku.

Depois do começo em falso no Grupo B, com derrota 37-31 frente ao Egito no primeiro jogo oficial de uma modalidade coletiva lusa de pavilhão em Jogos Olímpicos, Portugal está sem margem de erro ante o Bahrain, que quase surpreendeu a Suécia, perdendo por 32-31.

No Yoyogi National Stadium, os pupilos de Paulo Pereira precisam vencer para tentarem ser um dos quatro primeiros classificados da ‘poule’, de seis equipas, para poder seguir para os quartos de final.

No surf, em estreia olímpica, Teresa Bonvalot e Yolanda Sequeira já estão na terceira ronda e, pelo menos, o diploma olímpico, reservado aos oito primeiros, pode começar a materializar-se na praia de Tsurigasaki, em Chiba.

Bonvalot disputa o acesso aos quartos de final com a experiente brasileira Silvana Lima, de 36 anos, vice-campeã do mundo em 2008 e 2009, a partir das 10:00 (02:00).

Johanne Defay, a primeira francesa a chegar ao circuito mundial de surf e atualmente no segundo lugar da hierarquia, atrás da norte-americana Carissa Moore, será a oponente de Yolanda.

No ténis de mesa, Tiago Apolónia, 57.º do ranking olímpico, começa às 10:00 (02:00) a segunda ronda com o seu bem conhecido indiano Kamal Achanta, 29.º, antigo colega de equipa na Índia, onde foram campeões.

No Ginásio Metropolitano de Tóquio, Fu Yu (55.ª) entra em ação na segunda ronda ante a indiana Sutirtha Mukherjee (100.ª), enquanto Marcos Freitas (24.º) começa só na terceira, ante o austríaco Daniel Habesohn (48.º).

Na natação, Tamila Holub e Diana Durães participam nas eliminatórias dos 1.500 metros, tentando um novo recorde nacional, com o apuramento para a final, dedicado às oito melhores a ser mais complicado.

Carolina João disputa as terceira e quarta regatas na classe Laser Radial da vela, classe em que ocupa a 37.ª posição, com 66 pontos, depois de a amadorense de 24 anos ter sido 32.ª e 34.ª nas primeiras regatas.

Programa dos atletas portugueses para segunda-feira, 26 de julho, nos Jogos Olímpicos Tóquio2020 (hora local/hora Lisboa)

06:30 (22:30) João Pereira Triatlo

06:30 (22:30) João Silva Triatlo

07:36 (23:36) Yolanda Sequeira Surf (terceira ronda)

10:00 (02:00) Teresa Bonvalot Surf (terceira ronda)

10:00 (02:00) Tiago Apolónia Ténis de mesa – torneio individual (segunda ronda)

11:00 (03:00) Telma Monteiro (-57 kg) Judo (qualificação)

12:00 (04:00) Fu Yu Ténis de mesa – torneio individual (segunda ronda)

14:35 (06:35) Carolina João Vela – Laser Radial (terceira e quarta regatas)

15:30 (07:30) Marcos Freitas Ténis de mesa – torneio individual (terceira ronda)

17:00 (09:00) Telma Monteiro (-57 kg) Judo (finais) – caso se qualifique

19:30 (11:30) Portugal – Bahrain Andebol (2.ª jornada)

20:26 (12:26) Diana Durães Natação – 1.500 metros (qualificação)

20:26 (12:26) Tamila Holub Natação – 1.500 metros (qualificação)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.