Em comunicado, a ASAE adianta que realizou uma ação de fiscalização nas cidades do Porto, Vila Nova de Gaia, Gondomar, Vila do Conde e Matosinhos em que “foram instaurados 14 processos crime por especulação e venda irregulares de bilhetes a atingir valores de lucro de 350% acima do valor facial, tendo sido apreendidos 30 bilhetes, que se encontravam à venda através da Internet, sete dos quais eram falsos”.

“Foram ainda detidos 13 indivíduos, em flagrante delito, tendo sido constituídos como arguidos, acrescendo referir a identificação de um menor de 16 anos, o qual foi identificado ao abrigo da Lei Tutelar Educativa”, indica a ASAE.

A operação de fiscalização decorreu no âmbito do "clássico" FC Porto-Benfica marcado para as 20:30 de hoje, no Estádio do Dragão, através da Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal.

A ASAE alerta os consumidores para o facto de a aquisição de bilhetes acima do seu valor oficial constituir um crime de venda irregular de bilhetes, punido com pena de prisão até três anos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.