“O sistema estará operacional a partir da quarta jornada e inclui todos os jogos agendados a partir de setembro de 2021”, indica o organismo que tutela o futebol europeu, formalizando a existência do VAR após decisão em julho do seu comité executivo.

A UEFA lembra que o plano inicial de utilizar o VAR nas competições de qualificação das seleções europeias teve de ser adiado devido a complicações logísticas, motivadas pela pandemia da covid-19.

No mesmo comunicado, o organismo adiantou que a logística do videoárbitro será implementada no exterior do estádio da federação anfitriã do jogo, com a utilização de veículos específicos, providenciados pelos fornecedores de VAR da UEFA.

No apuramento, Portugal lidera o Grupo A, em igualdade de pontos com a Sérvia, ambos com sete, após três jogos, seguidos pelo Luxemburgo, três pontos, e República da Irlanda e Azerbaijão, ainda sem pontos, e todos com dois jogos.

A formação comandada por Fernando Santos perdeu os únicos pontos na Sérvia (2-2), num final polémico, com Cristiano Ronaldo a marcar um golo que não valeu: o ex-benfiquista Stefan Mitrovic cortou a bola já depois de esta ter ultrapassado na totalidade a linha, mas o árbitro não viu, num jogo sem VAR.

Com cinco jornadas por disputar, os próximos jogos da seleção das ‘quinas’ na qualificação são com a República da Irlanda, em 01 de setembro no Estádio do Algarve, e em 07 de setembro, em Baku, frente ao Azerbaijão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.