O segundo classificado da prova em 2015, 2018 e 2019 conquistou pela primeira vez a emblemática chegada no ponto mais alto de Portugal continental, ao concluir os 148 quilómetros desde a Guarda em 04:19.02 horas, menos três segundos do que Frederico Figueiredo (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel), Amaro Antunes e o espanhol Gustavo Veloso (W52-FC Porto).

Na classificação geral, o algarvio Amaro Antunes manteve a vantagem de 13 segundos sobre Frederico Figueiredo e de 1.13 minutos sobre espanhol Gustavo Veloso, enquanto Joni Brandão subiu ao quarto posto, a 1.17, por troca com João Benta (Rádio Popular-Boavista), agora quinto, a 1.27.

Na sexta-feira, o pelotão vai percorrer os 176,3 quilómetros da quinta etapa, entre Oliveira do Hospital e Águeda, onde a chegada deverá ser propícia ao ‘sprint’, depois de duas contagens de montanha de quarta categoria, na primeira metade do trajeto.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.