A rede social Twitter é normalmente referenciada como uma plataforma de micro-blogging. É que até agora, as mensagens publicadas nas páginas daquela rede estavam limitadas a 140 caracteres, mais ou menos o mesmo que uma mensagem de telemóvel, no tempo em que as mensagens de telemóvel eram pagas quase ao parágrafo.

140 caracteres dava para muito, diziam uns. 140 caracteres não dava para nada diziam outros. A decisão de duplicar os limites surgiu com surpresa, também indignação, mas surgiu no final de setembro, primeiro para um grupo restrito de utilizadores, mas agora alargou-se à generalidade das contas naquela rede social.

Todavia, na Alemanha, duas contas parecem ter conseguido multiplicar mais de 200 vezes esses limites, para uns não tão micro 30.396 caracteres. A mensagem entretanto já foi apagada, porém, o arquivo da Internet guardou a mensagem, fruto do hacking destes alemães.

Hacking (e esta palavra, que parece tosse seca, significa qualquer coisa como “mexer no que não se deve”, para alterar o comportamento de páginas e sistemas eletrónicos), porém, que talvez não seja assim tão sofisticado. Um utilizador da mesma rede reparou que a mensagem é na verdade um URL, isto é, uma ligação, um endereço. E estes não contam para o limite de caracteres.

Apesar do entusiasmo, a diversão não durou muito. @Timrasett bem anunciou a boa nova com um alegre “Malta! [Eu] e o @HackneyYT conseguimos ultrapassar o limite de caracteres! Não acreditam? Seguem os cerca de 35 mil”, mas isso não impediu os senhores do Twitter de o pôr de castigo.

Tanto ele como @HackneyYT ficaram suspensos durante algum tempo. A mensagem foi também eliminada, seja porque mostrava que o Twitter tem vulnerabilidades, seja porque estava a causar problemas aos utilizadores.

Note-se, porém, que apesar de alegarem ter chegado aos 35 mil, a mensagem fica-se pelos 30.396 caracteres, o que dá cerca de oito páginas de tamanho A4.

Já no dia 5, Timrasett veio pedir desculpa pelos incidentes, explicando que só queriam mostrar que o Twitter é fácil de manipular.

Enquanto os 30 mil caracteres não chegam a todos, já quase toda a gente pode experimentar uns arejados 280, que a partir desta terça-feira estão disponíveis para a todos os utilizadores, sejam os mais anónimos, sejam as mais altas figuras dos Estados Unidos da América.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.