O Brasil foi escolhido para iniciar o serviço porque possui a segunda maior comunidade de clientes do WhatsApp no mundo, com mais de 120 milhões de utilizadores, superado apenas pela Índia.

O salvadorenho Rubén Salazar, vice-presidente de produtos e inovação da Visa para a América Latina e Caraíbas, reconheceu numa entrevista à Efe que o setor de pagamentos vê essas plataformas globais de mensagens como grandes centros de interação com o cliente.

“Os clientes estão acostumados a viver nessas plataformas, gastamos muito mais tempo com elas do que por email”, disse Salazar, falando da parceria Visa e Facebook que tornou o envio de dinheiro, através do WhatsApp.

“Segundo dados analíticos da Visa, 92% das transferências de dinheiro no mundo são para familiares e amigos, e essas pessoas estão nos nossos contactos do WhatsApp. Além disso, os brasileiros também poderão pagar por essa plataforma para pequenas empresas onde adquirem bens ou serviços digitalmente”, acrescentou o executivo.

As transações são possíveis graças à tecnologia Visa Direct e a segurança é garantida pelo Visa Cloud Token, um sistema em ‘cloud’ que valida os pagamentos pelo WhatsApp.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.