A atriz iraniana Taraneh Alidoosti, que protagoniza "O Vendedor" (2016), filme nomeado para o Oscar de melhor filme estrangeiro na próxima edição dos prémios, informou esta quinta-feira, dia 26, que vai boicotar a cerimónia como forma de protesto ao "projeto racista" do presidente Donald Trump que visa os imigrantes muçulmanos.

"Não conceder o visa a iranianos é racista. Incluindo ou não um evento cultural, não vou estar presente nos #AcademyAwards 2017 como protesto", escreveu a atriz, de 33 anos, na sua conta pessoal do Twitter.

Donald Trump está a planear um decreto que terá como intuito barrar a entrada de cidadãos de sete países muçulmanos no Estados Unidos, entre eles o Irão.

Em entrevista à ABC, Donald Trump rejeitou tratar-se de uma interdição contra os muçulmanos: “Não, não é uma proibição dos muçulmanos, mas dos seus países”, porque “as pessoas vão chegar e causar-nos tremendos problemas”.

"O Vendedor" (2016) é realizado pelo aclamado cineasta iraniano Asghar Farhadi, estando nomeado para "Melhor Filme Estrangeiro".  Em 2012, Farhadi ganhou a estatueta na mesma categoria pelo filme "A Separação".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.