O Womex, que cumprirá a 27.ª e 28.ª edição em Portugal, é uma feira internacional dedicada às músicas do mundo ('world music'), composta por encontros de negócios, conferências, concertos e exibição de filmes.

O evento realiza-se anualmente desde 1994 em diferentes cidades da Europa, tendo já acontecido em Berlim, Bruxelas, Marselha, Estocolmo, Roterdão, Essen, Newcastle, Sevilha, Copenhaga, Thessaloniki, Cardiff ou Budapeste.

Em conferência de imprensa, foi hoje revelado que a Womex acontecerá em Lisboa, de 19 a 23 de outubro de 2022, com uma programação que envolverá espaços culturais da cidade, como o Teatro Municipal São Luiz, o Coliseu ou o Capitólio, e que contará com cerca de 3.000 programadores, produtores, jornalistas de todo o mundo, de olhos postos na música em língua portuguesa.

Na conferência de imprensa, a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, Catarina Vaz Pinto, sublinhou a ideia de que Lisboa é "um viveiro de músicas do mundo" e que a Womex será "uma alavanca importante para setor musical português”, ao criar “mais e melhores oportunidades”.

Não é a primeira vez que o evento se realiza no mesmo país em anos consecutivos, mas será a primeira migra entre cidades.

O Secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media considera o evento uma "oportunidade ímpar" para a projeção internacional do "talento e da criatividade dos nossos músicos", "da nossa história e tradição musical" e " da nossa cultura e do nosso património cultural". "Através da música portuguesa daremos a conhecer Portugal", disse Nuno Artur Silva.

Já o produtor António Miguel Guimarães, da AMG Music, responsável pelas edições da Womex no Porto e em Lisboa, explicou que a realização da feira em Portugal, "há muito desejada",  foi conseguida através de uma candidatura que ganhou dois concursos independentes, um para cada cidade.

Segundo o produtor, Portugal acolherá as duas edições da feira num momento de "revolução à escala internacional", "numa fase extraordinária e única", em que "os apoios não chegam", "as redes de música ficaram semi-destruídas" e não se sabe quantas salas de espetáculos voltarão a abrir e em que condições.

"Mas temos de conseguir dar a volta. O Womex é um instrumento crucial para fazer isto. O trabalho nestas duas edições tem reflexo para os próximos seis anos", defende António Miguel Guimarães.

"O Womex tem sido o grande porto de exportação dos nossos artistas. Temos dezenas de artistas que já participaram e o resultado disso foram milhares de concertos [agendados], lembra.

Pelo certame já passaram cerca de 32 nomes nacionais, como Camané, Carminho ou António Azambujo. Em 2014, Mariza foi distinguida com prémio Womex 2014, que a considerou "a artista mais visionária e inovadora no estilo" ao ter levado o fado "para novos níveis de reconhecimento internacional".

O programa mais detalhado da edição de Lisboa será apresentado em julho.

Porto recebe edição deste ano

O festival acontece de 27 a 31 de outubro, tendo implicado um investimento nacional na ordem dos 1,7 milhões de euros, onde se inclui o apoio do Ministério da Cultura (200 mil euros), do Turismo de Portugal e da Câmara do Porto (620 mil euros) — números revelados à data.

Um dos centros nevrálgico do evento será o Centro de Congressos da Alfândega do Porto, local que acolherá a feira comercial, onde são aguardados cerca de 2.800 delegados para visitarem os 300 stands.

Os 60 concertos 'showcase' programados, em que artistas de todo o mundo se apresentam a agentes, promotores e jornalistas, terão como palcos sete salas diferentes: o Coliseu Porto Ageas, o Rivoli, uma tenda montada na Praça de D. João I, a Casa da Música, o Hard Club, o Cinema Passos Manuel e os teatros São João e Sá da Bandeira.

A programação da edição de 2021 da Womex reserva ainda um ciclo de conferências, com um total de cerca de 80 oradores envolvidos, bem como um ciclo de filmes e documentários, que, ao longo de três dias, vai exibir 16 projeções, incluindo três estreias e uma homenagem especial.

A habitual cerimónia de entrega dos Prémios de Músicas do Mundo decorrerá na Casa da Música, uma das oito salas que vão acolher a edição de 2021 da Womex.

* Com Lusa

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.