"O vestido de Meghan Markle foi desenhado pela aclamada designer britânica Clare Waight Keller. A senhora Clare Waight Keller tornou-se no ano passado a primeira diretora artística na história da casa francesa de moda Givenchy".

"Fiel à herança da casa [Givenchy], as linhas do vestido são conseguidas usando seis costuras meticulosamente colocadas. O foco do vestido é o decote gráfico em barco que graciosamente molda os ombros e enfatiza a esbelta cintura esculpida. As linhas do vestido estendem-se para as costas, onde a cauda flui em dobras redondas macias, protegidas por uma saia de baixo em tripla organza de seda. As finas mangas de três quartos acrescentam uma nota de modernidade refinada." — É assim que a casa real descreve o vestido.

Sobre véu, uma particularidade: uma intrincada composição floral onde estão representados os 53 países da Commonwealth, um desejo de Meghan, segundo a casa real, e uma forma de agradecer a oportunidade de pertencer e servir esta comunidade.

Meghan usou também uma tiara de diamantes, emprestada pela rainha Isabel II.

Num casamento sem chefes de Estado e coroados, mas com muitos ilustres amigos — entre os quais Serena Williams e o marido, Oprah Winfrey, Elton John e o marido, Idris Elba, a família Beckham ou George Clooney e Amal —, os convidados começaram a chegar pouco depois da 9h00 da manhã, seguidos dos membros da família real.

Com a noiva a caminho, Harry, o noivo, chegou à capela de Saint-George pelas 11h34, acompanhado do irmão e padrinho, William. Meghan, por sua vez, como manda a pontualidade britânica, chegou minutos antes do 12h00, hora marcada para o início da cerimónia.

créditos: AFP PHOTO / Oli SCARFF

O casamento do príncipe Harry, sexto na linha de sucessão ao trono britânico, e da norte-americana Meghan Markle, realiza-se hoje na capela de Saint-George, no castelo de Windsor, a oeste de Londres.

A cerimónia religiosa conduzida pelo deão de Windsor, o reverendo David Conner. Será, no entanto, o arcebispo da Cantuária, Justin Welby, a oficializar a união entre Harry, de 33 anos, e Meghan Markle, de 36 anos.

Uma hora depois, está previsto que os recém-casados deixem a capela numa carruagem e integrem um cortejo que irá percorrer algumas ruas de Windsor, retomando depois para o castelo.

A Família Real inglesa pagará o casamento, incluindo a cerimónia, a música, as flores e a receção.

No terreno, e para fazer a cobertura mediática do evento, estarão também cerca de cinco mil jornalistas credenciados.

Na lista de convidados constam 600 pessoas, que foram convidadas para assistir à cerimónia do casamento, bem como para uma receção, que inclui um almoço, oferecida pela rainha britânica no castelo de Windsor.

Uma receção mais restrita será oferecida, hoje à noite, pelo pai de Harry, o príncipe Carlos (o primeiro na linha de sucessão ao trono britânico), na mansão de Frogmore House, situada a cerca de um quilómetro do castelo de Windsor. Duzentas pessoas foram convidadas para este evento.

A par destes convidados, 2.640 pessoas foram convidadas para assistir no parque do castelo de Windsor à chegada do príncipe Harry, de Meghan Markle e dos respetivos convidados.

Estas pessoas também vão assistir ao início do cortejo que os noivos vão participar após a cerimónia religiosa. Entre estes convidados constam 1.200 pessoas de todo o Reino Unido e 200 membros de organizações de solidariedade.

O novo casal real, que viverá numa casa campestre situada nos terrenos do palácio de Kensington, em Londres, comprometeu-se após mais de um ano de namoro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.