No espetáculo deste ano é contada a história de que o Natal poderá estar em risco de acontecer, pois o Palácio do Nicolau, no Polo Norte, situado numa encosta perto de uma montanha de neve, ficou completamente destruído por uma avalanche.

Com o seu Palácio e oficina destruídos, Nicolau tem de encontrar ajuda o quanto antes. Para tal, terá de partir numa longa viagem, pelos vários cantos do planeta, no seu trenó inovador – uma máquina de ferro e chapa com renas esculpidas – a grande velocidade. Durante a viagem, Nicolau constata os primeiros efeitos do aquecimento global. As cascatas de água transformaram-se em cascatas de areia e onde antes havia campos férteis existe agora uma grande aridez e desertificação. O planeta já não é como antes e o manto negro está em todo o lado. Chegado ao Polo Sul, ao encontrar a Rainha de gelo, Nicolau percebe que as avalanches vão ser cada vez mais frequentes devido à subida da temperatura e caso o homem não altere a sua atitude o planeta irá sofrer cada vez mais, estando em risco o Natal.

Com projeção na fachada do Arco da Rua Augusta, a animação contará ainda com vários animais míticos, como a baleia voadora, anémonas fluorescentes e ambientes que vão do marítimo aos céus estrelados, florestas com sequoias gigantes, vulcões de lava ou recifes. Em todos estes cenários, Nicolau é desafiado pelo que está a acontecer ao planeta: desde a ilha de plástico ao monstro do petróleo, passando pela desflorestação. Também presentes em todos estes cenários e a presenciar o que está a acontecer ao planeta, encontra-se um rapaz e uma Baleia, que vão amenizando os efeitos e fazendo renascer o planeta da sua “doença”.

Por fim, e depois de ter percorrido o mundo, há um regresso da ação ao Polo Norte, onde o Palácio do Nicolau começa a ser reconstruído com a ajuda da Rainha do gelo e dos seus ajudantes. No final, há uma grande festa de Solstício de Inverno, onde Nicolau convida animais e humanos para uma grande celebração no seu novo Palácio.

O espetáculo “O Novo Palácio do Nicolau” é projetado na fachada do arco da Rua Augusta e pretende ter uma mensagem sobre a forma como o homem reage e trata o mundo onde vive. 

O vídeo mapping natalício é promovido pela Associação Turismo de Lisboa, em parceria com a EGEAC e Câmara Municipal de Lisboa, e produzido pela Bridge, em parceria com a Grandpa’s Lab.

Existem três espetáculos diários entre 14 e 23 de dezembro de 2016 às 19h, 19h45 e 20h30, com entrada gratuita.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.