O evento que terá a curadoria de Lady Gaga visa angariar fundos para o combate à Covid-19 e vai ser transmitido em streaming e por vários canais de televisão.

Em Portugal, a MTV foi o primeiro canal a ser notícia por transmitir o evento. Ao canal de música juntaram-se hoje a TVI e a Rádio Comercial, que também irão transmitir em simultâneo.

O concerto será transmitido de sábado para domingo, no dia 19 de abril, a partir da meia-noite. Rui Maria Pêgo e Rita Rugeroni juntam-se a vários artistas nacionais para fazer o 'aquecimento' do evento, que terá comentários de Nuno Markl e Diogo Beja.

Receba estas sugestões no seu e-mail

"Acho Que Vais Gostar Disto" é uma rubrica do SAPO24 que lhe sugere o que ver, ler e ouvir.

Se quer receber estas sugestões confortavelmente no seu e-mail, basta subscrever a rubrica em formato newsletter através deste link.

O festival será transmitido também online, em (quase) todas as plataformas e redes sociais: Alibaba, Amazon Prime Video, Apple, Facebook, Instagram, LiveXLive, Tencent, Tencent Music Grup, TIDAL, TuneIn, Twitch, Twitter, Yahoo e YouTube.

Mas as novidades não ficam por aqui. Uma nova ronda de nomes foi hoje anunciada, com Taylor Swift, Celine Dion, Shawn Mendes, Camila Cabello, Jennifer Lopez, Alicia Keys, Sam Smith, Usher, Anitta e Pharrell Williams entre os músicos recém-selecionados para participar na transmissão.

Estes juntam-se aos já confirmados: Andrea Bocelli, Billie Eilish, Billie Joe Armstrong, Burna Boy, Chris Martin, David Beckham, Eddie Vedder, Elton John, Finneas, Idris e Sabrina Elba, J Balvin, John Legend, Kacey Musgraves, Keith Urban, Kerry Washington, Lang Lang, Lizzo, Maluma, Paul McCartney, Priyanka Chopra Jonas, Shah Rukh Khan e Stevie Wonder.

Outros artistas, entre atores, apresentadores e desportistas, também foram confirmados. Entre eles, destaque para os nomes de Oprah Winfrey, Ellen DeGeneres, Awkwafina, Amy Poehler, LL Cool J, Lupita Nyong'o, Matthew McConaughey, Victoria Beckham, Sarah Jessica Parker ou Lewis Hamilton.

A fórmula é simples e tem resultado: cada artista atuará a partir de sua casa. Aliás, alguns dos artistas que participam no concerto, como John Legend ou Chris Martin, já atuaram online, a partir de suas casas, na rubrica "Together at Home", através do YouTube.

Num comunicado publicado no site da OMS, Hugh Evans, co-fundador e diretor-executivo da Global Citizen, explicou que, além honrar e apoiar "os esforços heróicos dos profissionais de saúde de todas as comunidades, o One World: Together at Home procura também funcionar como uma fonte de unidade e de incentivo à luta global contra a Covid-19". "Através da música, do entretenimento e do seu impacto, o elenco que reunimos vai celebrar, ao vivo, todos aqueles que arriscam a sua própria saúde para proteger a de todos os outros", acrescentou.

Na mesma nota, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, disse que o concerto é "uma poderosa demonstração de solidariedade contra uma ameaça comum".

O concerto visa mobilizar contribuições para o fundo Covid-19 Solidarity Response da Organização Mundial de Saúde, potenciado pelas Nações Unidas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.