É bastante provável que ao longo do último ano, ano e pouco, o leitor tenha escutado o seguinte verso – devidamente acompanhado pela respetiva melodia – num qualquer centro comercial, anúncio televisivo, discoteca, festa junina ou telemóvel dos filhos: Ooo, I'm a rebel just for kicks now... A não ser, claro, que tenha vivido como um eremita durante esse período (e assim sendo resta perguntar o porquê de ter regressado à civilização só para ler este texto), ou que essa coisa que dá pelo nome de “música pop”, especialmente a que é feita hoje em dia, não lhe diga absolutamente nada (o que é até certo ponto compreensível).

O verso de que se fala pertence a 'Feel It Still', canção dos Portugal. The Man e, sim, o ponto final está ali bem, e não significa que se deva fazer uma pausa ao se pronunciar o nome da banda. Já agora, eles também não são portugueses; vêm de uma terra distante chamada Alasca, embora hoje em dia tenham assentado arraiais em Portland, alguns quilómetros mais abaixo, onde o tempo é – supõe-se – bastante mais ameno.

Mas, então, por que motivo escolheram Portugal para o nome? A história já foi contada por algumas vezes por parte da banda e prende-se, sobretudo, com aleatoriedade. Traduzido por miúdos: Portugal foi a primeira coisa que lhes veio à cabeça. Mas ainda bem que eles o fizeram, porque agora estarão para sempre associados a um país que venceu o Campeonato Europeu de Futebol, venceu o Festival da Eurovisão, e lidera as Nações Unidas, e ainda bem para nós, que pudemos ouvir isto na última cerimónia dos Grammys: “e o vencedor é... Portugal![...]”.

Sim, vencedores. Quase 15 anos após terem dado início à sua carreira, num meio muito mais punk do que aquele que as gerações mais novas de fãs conhecerão, os Portugal. The Man obtiveram a maior distinção que se pode ter ao nível da canção pop: venceram um Grammy para Melhor Performance Pop em Dupla/Grupo, em janeiro deste ano. Até então, tinham lançado oito álbuns, o último dos quais “Woodstock”, em 2017, que (também) serviu de mote para a conversa do SAPO24 com o baterista Jason Sechrist, horas antes de a banda subir ao Palco Sagres do NOS Alive. E, já depois desta entrevista, foi anunciado que a banda irá aliar-se ao Turismo de Portugal, para uma parceria que tem como objetivo promover o nosso país e que é apropriadamente intitulada Portugal. The Summer. Portugal é de facto incrível. Como não?

Veja aqui a entrevista completa

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.