Dulce Pontes – Canção do Mar

Vem saber se o mar terá razão / Vem cá ver, bailar meu coração

Em 1993, a montijense Dulce Pontes editava “Canção do Mar”. Era já a segunda vida (Anamar foi a primeira artista a lançar uma versão do tema) de uma canção que se revelou icónica na música portuguesa e levou a voz da intérprete de “Lusitana Paixão” a Hollywood: a música integrou a banda sonora do filme “A Raiz do Medo”, interpretado por Richard Gere (que, reza a lenda, foi o principal responsável pela inclusão do tema no filme), Edward Norton e Laura Linney.

Pólo Norte – Como Uma Onda

A vida vem em ondas /Como mar / Num ir e vir infinito

Mais uma canção, mais uma versão. Os nem-sempre-amados-mas-ainda-assim-ouvidos Pólo Norte gravaram, em 1999, uma versão do tema “Como Uma Onda” da autoria do brasileiro Lulu Santos. O tema foi música de novela no Brasil e, por cá, entoada por muito boa gente.

Bobby Darin – Beyond The Sea

We'll meet beyond the shore / We'll kiss just as before / Happy we'll be beyond the sea / And never again I'll go sailing

O precocemente desaparecido Bobby Darin (representado de forma incrível por Kevin Spacey no filme com o mesmo nome da música) é, podemos dizer, o intérprete que popularizou o tema “Beyond The Sea”. A música, da autoria do francês Charles Trenet (“La mer” de seu nome), foi objeto de utilização em diversos filmes e séries, bem como de versões de vários artistas ao longo do tempo: de Robbie Williams (numa versão que chegou a integrar a banda sonora do filme “À Procura de Nemo”) a Frank Sinatra, de George Benson a Rod Stewart.

Armandinho – Pescador

Seu pescador é paz e amor/ Cuidado com essa rede no mar / Se você ver, que o mar ‘tá bom / Só quero meu cantinho p’ra surfar

Armandinho é um dos reis do reggae brasileiro. Conhecido pelas suas letras ligadas ao mar, à praia e ao sol, o músico editou em 2004 o álbum “Casinha” que o catapultou para o sucesso no país-irmão e que lá dentro tinha este “Pescador”, uma canção sobre a “rivalidade” entre surfistas e pescadores no que a ocupação do mar diz respeito.

Otis Redding – (Sittin' On) The Dock Of The Bay

I'm sittin' on the dock of the bay / Watchin' the tide roll away, ooh / I'm just sittin' on the dock of the bay / Wastin' time

Com apenas 26 anos, Otis Redding faleceu tragicamente num acidente de aviação. Contudo, a sua vida foi preenchida musicalmente, ao ponto de ter conseguido editar seis álbuns de estúdio e o single “(Sittin’ On) The Dock Of The Bay”, libertado postumamente no álbum “Dock Of The Bay” e uma das 30 melhores canções de sempre para a Rolling Stone). O tema, que teve também direito a várias versões (Michael Bolton, Craig David, Justin Timberlake e até dos Pearl Jam), é para ouvirmos sentados a olhar para o mar.

The Beach Boys – Surfer Girl

We could ride the surf together / While our love would grow

Ter uma playlist de músicas sobre o mar e não incluir nenhuma música dos Beach Boys seria, provavelmente, criminoso. Fugindo da mais ou menos óbvia “Surfin’ USA”, escolhemos “Surfer Girl”, canção do álbum homónimo de 1963 e que é uma balada dedicada a uma surfista (numa altura em que listas como esta ainda não existiam).

Tonicha – O Mar Enrola na Areia

O mar enrola na areia / Ninguém sabe o que ele diz / Bate na areia e desmaia / Porque se sente feliz

A proximidade com o mar faz com que o cancioneiro de música tradicional portuguesa inclua canções sobre o mar. “O Mar Enrola na Areia” é um dos exemplos, objeto de várias versões, de Tonicha a Jorge Palma.

Yola Semedo & Paulo Flores – Mar Azul

Azul do mar azul / E a Lígia sofredora / Nem o semba lhe consola

Os ritmos africanos também falam de mar. Neste tema, Yola Semedo e Paulo Flores (dois dos mais emblemáticos cantores angolanos) “sembam” Angola, com o mar sempre presente.

Rui Veloso – Porto Covo

Roendo uma laranja na falésia / Olhando o mundo azul à minha frente

Editado em 1987, “Porto Covo” é um hino à costa alentejana, à vila que dá nome à música e à Ilha do Pessegueiro. Escrito por Carlos Tê e cantado por Rui Veloso, foi a banda sonora de muitos finais de tarde, mar à vista e pôr-do-sol no horizonte.

José Cid – Na Cabana Junto à Praia

Na cabana / Junto à praia / Entre as dunas e os canaviais / Só o vento / E o mar / E as gaivotas / Falam desse amor

Depois do “pai”, a “mãe”. Terminemos com o “amor e uma cabana” em forma de canção, na voz de José Cid.

Bónus: Xutos & Pontapés – Remar Remar / Homem do Leme

As ondas que te empurram / As vagas que te esmagam

E mais que uma onda, mais que uma maré / Tentaram prendê-lo impor-lhe uma fé / Mas, vogando à vontade, rompendo a saudade / Vai quem já nada teme, vai o homem do leme

Tenho uma confissão fazer. Basicamente, escolhi a composição da playlist, escrevi o texto e depois apercebi-me: então e Xutos? Pois. Não é possível ter uma playlist sobre para celebrar o mar e não ter nela uma música da maior banda rock que Portugal já viu. A verdade é que, entre “Remar Remar” e “Homem do Leme”, não consegui escolher.

A primeira é um tema de 1984 cuja letra, reza lenda, surge quando Tim estava à espera do barco para Almada; a segunda é uma das mais conhecidas canções do grupo composto por Tim, Zé Pedro, Kalu, Cabeleira e Gui, com um dedilhado inicial à guitarra absolutamente inconfundível (e reproduzido por muitos aprendizes do instrumento, aquando dos primeiros passos na dita) e que faz parte do álbum “Cerco”, de 1985. Não consegui, desculpem.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.