A mesma fonte adiantou que o militar foi ferido por disparos de uma arma de fogo, estando a circunstâncias do incidente ainda por apurar.

Hoje de manhã, um militar da GNR de 24 anos foi morto e um outro de 41 anos ficou ferido com gravidade, numa altura em que realizavam uma patrulha em Aguiar da Beira, distrito da Guarda.

Na sequência do tiroteio em Aguiar da Beira, a GNR montou uma operação policial de caça ao homem na zona de São Pedro do Sul, distrito e Viseu, tendo já "recolhido indícios que permitiram isolar uma área", adiantou a fonte.

No local encontram-se várias valências da GNR, nomeadamente elementos da Companhia de Operações Especiais (COE) e elementos da Polícia Judiciária.

Ainda durante a manhã, enquanto eram efetuadas buscas aéreas, a GNR detetou mais "duas vítimas civis com ferimentos de bala: o homem morreu e a mulher encontra-se em estado grave.

A GNR admite que "haverá um elevado grau de probabilidade das duas situações estarem interligadas".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.