“Esta é uma visita importante e espero que sejam muitíssima bem-sucedida”, afirmou Assunção Cristas, depois de visitar a Escola Teixeira de Pascoais, em Lisboa, considerando que Angola é uma prioridade para Portugal, a exemplo do relacionamento que deve ter com outros países de língua oficial portuguesa.

Além das questões mais diplomáticas e políticas entre os dois países, a presidente do CDS afirmou que “o mais importante” é “dar confiança”.

“O mais importante é dar confiança a quem vive lá e é português, a quem está em Portugal e é angolano, a quem tem negócios lá, a quem exporta para lá, a quem quer investir em Portugal”, disse.

Mais do que segundas oportunidades para o relacionamento entre os dois países, para ultrapassar “o irritante” depois do caso judicial do processo judicial, em Portugal, do ex-presidente Manuel Vicente, a questão é a da confiança.

E “há muito boas condições para ultrapassar tudo”, acrescentou.

“Além do nível político de relacionamento, que é muito importante, há todo um nível empresarial, económico, social de grande interligação entre os dois países” que têm “uma história para ser contada e um futuro para ser criado”.

O primeiro-ministro, António Costa, termina hoje uma vista oficial de dois dias a Angola.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.