Com esta medida, o monarca faz com que o país dê um pequeno passo a nível social: a Arábia Saudita era o único país onde as mulheres estavam proibidas de conduzir, diz a BBC.

A medida vai entrar em vigor em junho do próximo ano.

"O Real Decreto implementará as disposições dos regulamentos de trânsito, incluindo a emissão de licenças de condução para homens e mulheres", é referido.

Os grupos de direitos humanos fizeram campanha durante anos para permitir que as mulheres na Arábia Saudita conduzissem. Existem registos de mulheres sauditas que foram multadas e presas por conduzir sem autorização.

A dificuldade em implementar esta mudança vem do facto de a Arábia se reger pela Sharia, o conjunto de leis islâmicas baseadas no Alcorão, que impõe variadas restrições às mulheres. Assim, era considerado inapropriado que as mulheres pudessem conduzir.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.