Num comunicado enviado às redações, a Capitania do Porto de Santa Cruz das Flores alerta para o agravamento da agitação marítima nas ilhas do grupo Ocidental (Flores e Corvo), de “oeste rondando para noroeste”, com ondas que “poderão atingir valores da ordem dos oito metros de altura significativa”, a partir da manhã de quinta-feira, “existindo a possibilidade” de estas condições “se prolongarem nos dias seguintes”.

Num outro comunicado, a Capitania do Porto da Horta alerta também para o agravamento da agitação marítima nas ilhas do grupo Central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial), “em particular para as ‘ilhas do triângulo'” (Faial, Pico e São Jorge).

“A agitação marítima, de noroeste, poderá atingir valores da ordem dos oito metros de altura significativa a partir da tarde do dia 10 de março, existindo a possibilidade de as condições se prolongarem nos dias seguintes”, lê-se no comunicado assinado pelo capitão do porto, João Mendes Cabeças.

Assim, é recomendado à comunidade marítima que adote “medidas de prevenção e proteção”, nomeadamente “evitando as áreas de maior exposição à ondulação, verificando e reforçando a amarração ou, preferencialmente, varando em lugar seguro as suas embarcações”.

“A população em geral deve privar-se de frequentar a orla costeira, em especial as áreas mais expostas à agitação marítima”, alerta, aconselhando “uma atitude de permanente vigilância”, já que, “nestas condições extremas, o mar pode facilmente alcançar zonas aparentemente seguras”.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu na noite de terça-feira avisos laranjas para as ilhas dos grupos Ocidental e Central, por causa das previsões de agitação marítima.

No caso do grupo Ocidental, o aviso laranja de agitação marítima vai vigorar entre as 06:00 e as 18:00 (menos uma hora do que em Lisboa) de quinta-feira e para o grupo Central entre as 12:00 e as 24:00 de sexta-feira.

Já para o grupo Oriental (Santa Maria e São Miguel) foi emitido aviso amarelo, devido às previsões de agitação marítima, entre as 12:00 de quinta-feira e as 12:00 de sexta-feira.

O aviso laranja é o segundo mais grave e representa uma situação meteorológica de risco moderado a elevado. Já o aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que a situação meteorológica representa risco para determinadas atividades.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.