A Praça da Catalunha, nas Ramblas, foi evacuada parcialmente esta segunda-feira devido a uma mochila suspeita encontrada no local.

Rapidamente ficou montado um perímetro de segurança, tendo sido pedido às pessoas e aos jornalistas que se afastassem. No entanto, através das redes sociais, em menos de uma hora, a polícia catalã informou que dentro da mochila apenas estavam alguns objetos pessoais.

A operação decorreu perto da estação de metro da praça.

Esta situação acontece no mesmo dia que o conselheiro do Interior da Catalunha, Joaquim Forn, ter dito "que tudo aponta para que o condutor da carrinha" utilizada no ataque seja "Younes Abouyaaqoub" e que as operações de busca pelo seu paradeiro se estendem por toda a Europa.

Na quinta-feira, 17 de agosto, uma carrinha subiu um passeio pedonal nas Ramblas, percorrendo mais de 500 metros em ziguezague, indo deliberadamente contra transeuntes até embater contra um quiosque. Este atropelamento em série provocou pelo menos 15 mortos e 120 feridos.

As 15 vítimas mortais estão todas identificadas, foi também divulgado na conferência de imprensa desta manhã.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.