Joe Biden voa primeiro para a Bélgica e só depois vai à Polónia, disse, no domingo, a porta-voz da Casa Branca Jen Psaki.

Em Bruxelas, o líder norte-americano vai participar numa cimeira da NATO, outra da UE e uma do G7, esta última convocada pela Alemanha, que tem a presidência do grupo de países mais industrializados do mundo.

A Polónia, que faz fronteira com a Ucrânia, já recebeu mais de dois milhões de refugiados desde o início da invasão. O país tem sido um dos mais ativos a pedir aos membros da NATO para considerarem um maior envolvimento no conflito.

A Casa Branca já tinha anunciado que não estava nos planos de Biden visitar a Ucrânia nesta viagem europeia.

Tanto Biden como a NATO têm vindo a sublinhar repetidamente que os EUA e a aliança militar vão fornecer armamento e outro apoio de defesa à Ucrânia, que não é membro da Aliança Atlântica, mas querem impedir uma escalada do conflito militar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.