O Governo do primeiro-ministro Boris Johnson voltou a ser derrotado, desta vez com uma margem de 29 votos, tendo apenas conseguido 300 votos contra o projeto apresentado pela oposição, menos um do que na votação de terça-feira à noite.

O projeto de lei retira ao Governo o controlo sobre a agenda parlamentar e acelera o processo de aprovação de forma a ficar concluído na Câmara dos Comuns durante o dia de hoje.

Uma nova votação está marcada para as 19:00 horas, passando o projeto de lei em seguida para a Câmara dos Lordes, a câmara alta do Parlamento britânico.

O texto exige que o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, seja obrigado a pedir uma nova extensão, até 31 de janeiro, da data de saída caso o Parlamento não aprove um acordo de saída ou não autorize uma saída sem acordo até 19 de outubro.

Descontente com este projeto de lei, Boris Johnson apresentou uma proposta para convocar eleições antecipadas, mas esta só será aprovada se tiver o apoio de dois terços dos deputados da Câmara dos Comuns, o que poderá ser inviabilizado pelo partido Trabalhista.

A votação sobre esta proposta deverá acontecer hoje pelas 21:00 horas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.