Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente há 36 anos do atual campeão nacional de futebol, vai receber o galardão numa cerimónia “que terá lugar no próximo fim-de-semana, nos Paços do Concelho, quando direção e equipa do clube forem recebidas para festejar o título conquistado”, divulgou a Câmara do Porto no seu portal de notícias.

O FC Porto venceu no sábado o campeonato português de futebol, naquela que foi a 28.ª conquista daquele título e a 21.ª com Pinto da Costa como presidente do clube.

“A proposta [de atribuição da Medalha], que será levada ao executivo e Assembleia Municipal pelo presidente da câmara, Rui Moreira [independente], para ratificação, já mereceu a concordância unânime das forças políticas representadas naqueles dois órgãos”, acrescenta a autarquia.

A câmara esclarece que a “Medalha de Honra da Cidade, em ouro, destina-se a galardoar quem tenha prestado à cidade do Porto serviços”, quem tenha “concedido benefícios de excecional relevância”, quem “se tenha distinguido pelo seu valor em qualquer ramo da atividade humana, ou “por relevante ato de coragem ou abnegação”.

A Medalha de Honra “confere ao agraciado o título de ‘Cidadão do Porto’".

Segundo a autarquia, o FC Porto será recebido na Câmara do Porto no próximo fim-de-semana, após a realização do último jogo do campeonato.

Desde 1999 que o FC Porto não se deslocava à Câmara do Porto para festejar as vitórias no campeonato nacional, designadamente nas nove vezes em que o clube foi campeão durante os 13 anos de mandato do social-democrata Rui Rio (entre 2002 e 2013).

Rui Rio teve um início de mandato marcado por divergências com o FC Porto devido ao Plano de Pormenor das Antas e o clube não voltou a festejar na varanda dos Paços do Concelho portuenses quando ficou em primeiro lugar no campeonato nacional de futebol – em 2003, 2004, 2006, 2007, 2008, 2009, 2011, 2012 e 2013.

O FC Porto sagrou-se sábado campeão português de futebol pela 28.ª vez, ao beneficiar do empate a zero entre o Sporting e Benfica, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da I Liga.

Em 2014, no primeiro mandato do independente Rui Moreira, a vereadora do PS na Câmara do Porto, Carla Miranda, criticou que Pinto da Costa não tivesse sido incluído na lista de personalidades a distinguir com as medalhas da cidade e da qual fazia parte o anterior presidente da autarquia, o social-democrata Rui Rio.

Na ocasião, Carla Miranda disse à Lusa ter visto a sua proposta de atribuição de uma medalha a Pinto da Costa recusada pela presidência da autarquia, indicando que aquela seria a altura de a câmara “retribuir” ao clube aquilo que os azuis e brancos têm dado à cidade, após 12 anos de mandatos do social-democrata Rui Rio “com muitas discórdias” entre o autarca com o clube.

Os vereadores do PSD na autarquia saíram em defesa de Carla Miranda e fonte da autarquia disse à Lusa que o autarca Rui Moreira entendeu que não seria “cortês” atribuir medalhas àquelas duas personalidades da cidade no mesmo ano.

[Notícia atualizada às 15h58]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.