Segundo o Serviço Sismológico da Suíça, ocorreu um deslizamento de terra no cantão de Grisones na quarta-feira às 09:30 locais (08:30 em Lisboa) e um outro duas horas depois.

Uma massa rochosa caiu num vale atrás da pequena aldeia de Bondo e uma torrente de lama estendeu-se até junto da aldeia.

Inicialmente, a polícia disse que o acidente não tinha causado vítimas e hoje de manhã anunciou que oito pessoas, de nacionalidade alemã, austríaca e suíça, estavam desaparecidas.

Ao anunciar o novo balanço de presumíveis vítimas, o porta-voz da polícia cantonal, Andrea Mittner, disse ainda que a avalancha de pedras e lama destruiu um total de 12 estábulos e casas.

Não existem crianças nem residentes locais entre os montanhistas e caminhantes que não puderam ser localizados, precisou Mitter.

O porta-voz explicou que se desconhece exatamente onde desapareceram as pessoas, dado a área afetada ser de quase cinco quilómetros.

Mais de 120 pessoas estão envolvidas nas buscas e estão a ser utilizados sistemas de deteção para localizar telemóveis, adiantou Mitter.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.