Os manifestantes reuniram-se na Place de l’Étoile, junto ao Arco do Triunfo, e começaram a marcha cerca das 12:00 locais (11:00 em Lisboa), descendo a famosa avenida de Paris em direção à avenida Montaigne, por onde normalmente acedem à sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros (Quay d’Orsay) e outros edifícios oficiais.

Se fizerem o percurso habitual, deverão seguir para a Assembleia Nacional, onde está concentrado o grosso do dispositivo policial.

O lusodescendente Jerôme Rodrigues, uma das caras do movimento que há duas semanas foi ferido com uma bala de borracha e corre o risco de vir a perder a visão do olho direito, estava hoje entre os manifestantes, segundo imagens da BFM TV.

O ministro do Interior, Christophe Castaner, afirmou à imprensa que, depois de quase três meses de protesto, o dispositivo das forças de segurança destacadas “se mantém significativo”.

Tal como em protestos anteriores, estão convocadas para hoje manifestações por toda a França.

A capacidade de mobilização do movimento dos ‘coletes amarelos’ diminuiu nos últimos sábados, com 58.600 manifestantes em todo o país, segundo números do Ministério do Interior, contestados pelo movimento que assegura ter reunido nesse dia 116.000 pessoas.

A primeira manifestação, a 17 de novembro, juntou 282.000 pessoas.

Manifestante gravemente ferido numa mão

Durante os protestos de hoje, um homem ficou gravemente ferido numa mão, em Paris, depois de ter sido atingido por uma granada de dispersão usada pela polícia quando a multidão se aproximava da entrada da Assembleia Nacional, avança a agência France-Presse (AFP).

A Polícia local confirmou à AFP que um manifestante "ficou ferido na mão" e foi auxiliado pelos bombeiros, sem dar mais detalhes.

Segundo a agência Reuters, uma outra pessoa ficou ferida na cabeça.

A mesma fonte indica que, em frente à Assembleia Nacional, houve confrontos entre os manifestantes e a polícia, que criou um cordão para impedir o acesso ao edifício.

[Notícia atualizada às 14h57 - Acrescenta informação sobre dois manifestantes feridos]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.