Luis Martins guiava um grupo numa embarcação de uma empresa marítimo-turística quando avistou "um vulto". Ao longe, parecia-lhe "um barco virado", mas ao aproximar-se, percebeu tratar-se de uma baleia morta, já em decomposição, conta por telefone ao SAPO24.

O grupo deparou-se com o animal, de grandes dimensões, por volta das 7:30 desta terça-feira, hora a que alertaram as autoridades, que já teriam tido conhecimento da situação, explica Luis Martins (autor da fotografia acima), que divulgou o encontro na rede social Facebook.

Ao final da manhã, o comandante local João Afonso Marques Coelho Gil explicava ao SAPO24 que a Polícia Marítima enviou uma embarcação para "reunir informações" sobre o animal, como as dimensões e o rumo que leva. A mesma fonte indica que o animal foi avistado algures entre a Costa da Caparica e a Fonte da Telha.

Por sua vez, ao início da tarde, o porta-voz da Marinha Fernando Pereira da Fonseca dizia já ter sido feito "um aviso à navegação marítima", estando "a Polícia Marítima a acompanhar a baleia morta, que estava a ser arrastada pelas correntes para alto-mar".

"A baleia deverá ser rebocada para alto-mar e afundada pela Marinha com recurso a uma carga explosiva, de forma a eliminar o perigo que constitui para a navegação marítima", acrescentou o porta-voz da Marinha, que disse não ter ainda elementos sobre o momento e o local onde a operação será realizada.

A baleia morta foi avistada a cerca de um quilómetro da linha de costa, entre a Lagoa de Albufeira (Sesimbra) e a Fonte da Telha (Almada), pela embarcação marítimo-turística Adamastor, de Sesimbra, que seguia com um grupo de pessoas para a pesca desportiva.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.