Portugal regista hoje 1.856 novos casos de infeção com o novo coronavirus, o primeiro aumento abaixo dos dois mil contágios em cinco dias - 2.072 a 14 de outubro, 2.101 a 15, 2.608 a 16 e 2.153 a 17.

O número de óbitos registados nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), foi de 19.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.181 mortes e 99.911 casos de infeção, estando ativos 38.730 casos, mais 756 do que no sábado.

Em vigilância, permanecem 54.851 contactos, mais 2.308 do que no sábado.

Os dados hoje divulgados revelam ainda mais 1.081 casos recuperados, perfazendo 59 mil.

Por sua vez, em internamento estão 1.086 pessoas, mais 72 do que no sábado, o que perfaz o maior aumento desde o dia 16 de abril.

Nas unidades de cuidados intensivos estão internados 155 doentes, mais sete do que no dia anterior.

Do total de casos confirmados, 54.427 são mulheres e 45.484 homens.

O novo coronavírus já causou, em Portugal, a morte de 1.100 homens e 1.081 mulheres.

Boletim ao detalhe

Por região, o Norte concentra 39.449 casos confirmados, mais 1.168 do que no sábado, e 959 óbitos, mais nove.

Lisboa e Vale do Tejo, por seu turno, têm mais 385 casos confirmados para um total de 47.412 e mais 10 mortos, contabilizando 881.

Já o Centro regista mais 231 casos para 8.214 e as mortes permanecem inalteradas em 277.

O Alentejo soma 1.991 casos confirmados, ou seja, uma progressão de 35 casos face a sábado, e os óbitos continuam sem alterações em comparação com sábado (27).

A região do Algarve tem hoje notificados 2.199 casos, mais 28 do que no sábado, e os óbitos ficaram inalterados em 22.

A Madeira continua sem registar óbitos e apresenta mais oito casos confirmados para 328, enquanto os Açores adicionaram mais um caso à lista de confirmados, somando 318, e o número de mortes não sofreu alterações, continuando em 15.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.