“Antes da abertura do mercado havia uma grande aglomeração de pessoas à entrada e deslocámo-nos lá para que fossem cumpridas as regras de distanciamento recomendadas”, explicou o comandante da PSP de Chaves, Luís Alves.

A feira semanal naquela cidade do distrito de Vila Real, que se realiza habitualmente às quartas-feiras, está suspensa desde 11 de março devido à pandemia de covid-19, mas hoje, na primeira quarta-feira em fase de desconfinamento, cerca de uma centena de pessoas encontrava-se à porta do espaço antes da abertura, prevista para as 09:00.

O espaço dedicado aos produtores agrícolas do concelho está aberto de segunda a sexta-feira, entre as 09:00 e as 13:00, desde o dia 14 de abril para a venda de produtos diretamente à população.

Luís Alves lembrou ainda que, embora o espaço no mercado municipal esteja aberto todos os dias, a população do concelho tem “um hábito já enraizado” de se deslocar à cidade às quartas-feiras.

O responsável explicou que a PSP de Chaves teve “uma ação de sensibilização” junto das pessoas para que fossem cumpridas as regras de distanciamento que “não estavam a ser respeitadas”.

E acrescentou que “não foi necessário autuar nenhum cidadão”.

O comandante da PSP de Chaves garantiu ainda que quer a força policial, quer a Câmara Municipal estão já “a tomar medidas” para evitar que situações semelhantes se repitam.

“Uma delas passa por antecipar o horário de abertura do mercado para não haver uma concentração tão grande de pessoas”, referiu.

A vereadora para a área social da Câmara de Chaves, Paula Chaves, explicou à Lusa que também na semana passada aconteceu uma situação semelhante, com “a presença de muitas pessoas sem que fossem obedecidas as regras de distanciamento”.

“Vamos tomar medidas e já amanhã [quinta-feira] vamos realizar uma reunião com o delegado de saúde local e a PSP para, em conjunto, encontrar uma forma de fazer cumprir as regras”, vincou.

Uma das medidas já acertadas é a abertura do espaço a partir das 07:30 às quartas-feiras, quando há maior número de produtores e de população, disse ainda, explicando que nos restantes dias da semana as regras “estão a ser cumpridas com naturalidade”.

Paula Chaves destacou que a iniciativa de abrir um espaço no mercado pretende apoiar os produtores locais a escoarem a sua produção.

“Aos produtores que têm mais dificuldade no escoamento a autarquia adquire esses produtos e oferta às instituições que estão na linha da frente devido à pandemia”, acrescentou.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 254 mil mortos e infetou quase 3,6 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de um 1,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.074 pessoas das 25.702 confirmadas como infetadas, e há 1.743 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.