Em comunicado, o Agrupamento de Escolas D. Lourenço Vicente, ao qual pertence a escola, informou que “as atividades letivas serão retomadas na terça-feira”, após a “afetação temporária de nove recursos humanos”, em articulação com a Câmara Municipal da Lourinhã, acrescidos dos restantes seis funcionários da escola ao serviço.

Face à limitação de assistentes operacionais, a biblioteca e o bar vão estar fechados, sendo recomendado aos alunos que levem lanches de casa.

O refeitório vai funcionar normalmente.

A Escola EB 2,3 Dr. João das Regras esteve hoje encerrada por falta de funcionários, depois de uma ter ficado infetada com covid-19 e outros 12 terem ficado em isolamento até serem testados.

“Todos os funcionários foram testados na sexta-feira e uma funcionária, que veio na semana passada de outra escola, veio a dar positivo”, afirmou à agência Lusa Pedro Damião, diretor do Agrupamento de Escolas D. Lourenço Vicente, ao qual pertence a escola.

Na sequência desse caso positivo, outros 12 dos 19 funcionários da escola estão em isolamento, por terem sido considerados contactos de risco, até serem sujeitos a novo teste à covid-19.

Devido à falta de funcionários ao serviço, não existiam condições para abertura da escola para as atividades letivas, pelo menos durante o dia de hoje, justificou.

A Escola EB 2,3 Dr. João das Regras tem cerca de 600 alunos e 65 professores, além dos 19 assistentes operacionais.

Desde o início da pandemia, a Lourinhã, no distrito de Lisboa, contabiliza 1.760 casos de covid-19, dos quais 26 estão ativos, 39 morreram e os restantes recuperaram, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pelo município.

Em comunicado, o Agrupamento de Escolas D. Lourenço Vicente, ao qual pertence a escola, informou que “as atividades letivas serão retomadas na terça-feira”, após a “afetação temporária de nove recursos humanos”, em articulação com a Câmara Municipal da Lourinhã, acrescidos dos restantes seis funcionários da escola ao serviço.

Face à limitação de assistentes operacionais, a biblioteca e o bar vão estar fechados, sendo recomendado aos alunos que levem lanches de casa.

O refeitório vai funcionar normalmente.

A Escola EB 2,3 Dr. João das Regras esteve hoje encerrada por falta de funcionários, depois de uma ter ficado infetada com covid-19 e outros 12 terem ficado em isolamento até serem testados.

“Todos os funcionários foram testados na sexta-feira e uma funcionária, que veio na semana passada de outra escola, veio a dar positivo”, afirmou à agência Lusa Pedro Damião, diretor do Agrupamento de Escolas D. Lourenço Vicente, ao qual pertence a escola.

Na sequência desse caso positivo, outros 12 dos 19 funcionários da escola estão em isolamento, por terem sido considerados contactos de risco, até serem sujeitos a novo teste à covid-19.

Devido à falta de funcionários ao serviço, não existiam condições para abertura da escola para as atividades letivas, pelo menos durante o dia de hoje, justificou.

A Escola EB 2,3 Dr. João das Regras tem cerca de 600 alunos e 65 professores, além dos 19 assistentes operacionais.

Desde o início da pandemia, a Lourinhã, no distrito de Lisboa, contabiliza 1.760 casos de covid-19, dos quais 26 estão ativos, 39 morreram e os restantes recuperaram, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pelo município.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.