Concluídas que estão “as ações de conferência e de revisão do inventário da Coleção de Arte do Estado e reportadas as suas conclusões ao Ministério Público, é agora altura de dar um novo passo no desenvolvimento de uma estratégia pública para a arte contemporânea, nomeando David Santos como curador da Coleção de Arte do Estado, lê-se num comunicado do Ministério tutelado por Graça Fonseca.

Historiador, com um doutoramento em Arte Contemporânea pelo Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, foi, desde 2016, subdiretor-geral do Património Cultural, tendo, antes disso, sido diretor do Museu Nacional de Arte Contemporânea — Museu do Chiado.

Foi também curador geral da Bienal de Fotografia de Vila Franca de Xira 2016 e responsável pelo Museu Do Neo-Realismo, em Vila Franca de Xira.

Lecionou no IADE – Creative University.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.