Os números são o sumário dos nossos dias desde março, a partir do momento em que a chegada dos dados do boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde aos nossos telemóveis passou a funcionar como badaladas de um sino que nos chamam para um qualquer momento solene do dia em que olhamos e reavaliamos a realidade à nossa volta.

Hoje, o dia foi rico em algarismos e por isso troco as letras pelos números e arrisco um resumo da atualidade noticiosa em algarismos.

3.ª - No discurso em que Marcelo anunciou ao país a renovação do estado de emergência até ao dia 8 de dezembro, o Presidente da República assumiu a possibilidade de uma terceira vaga da pandemia de covid-19 entre janeiro e fevereiro.

50 - O Chega vai reunir o Conselho Nacional em Sintra no dia 29 de novembro, o mesmo dia em que o PCP realiza o último dia do XXI Congresso, uma reunião que tem sido amplamente criticada pelo seu líder. O partido de André Ventura vai juntar 50 a 60 pessoas e garante estar a fazer um plano de contingência para enviar à DGS.

61 - O número de óbitos registados nas últimas 24 horas, devido à covid-19.

68 - Na habitual conferência de imprensa da Direção-Geral da Saúde, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde revelou que há neste momento 477 surtos em escolas por todo o país. O número foi mais tarde corrigido para 68, sendo que os 477 dizem respeito ao número total de surtos no país.

481 - Número total e máximo de pessoas internadas em cuidados intensivos devido à covid-19

3.079 - Número de pessoas internadas em enfermaria devido à covid-19

6.489 - O número de novos casos nas últimas 24 horas em Portugal.

7,5 milhões - Portugal fez uma reserva de 7,5 milhões de testes de diagnóstico de covid-19 que devem chegar no início do ano. A reserva foi feita através de um mecanismo europeu e acresce aos 500.000 testes da Cruz Vermelha Portuguesa, precisou Lacerda Sales durante conferência de imprensa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.