“De acordo com os dados que recebi do meu diretor dos serviços secretos no que diz respeito aos Estados Unidos e à Rússia, nenhuma das duas partes vai cair na tentação de utilizar armas nucleares”, disse Erdogan, citado hoje pela agência oficial turca Anadolu.

O chefe de Estado turco confirmou que o diretor da CIA William Burns (serviços de informações dos Estados Unidos) e o homólogo russo Serguei Narychkine (FSB) estiveram no princípio da semana na capital da Turquia.

No encontro, Burns alertou o chefe dos serviços secretos russos das consequências da utilização de armas nucleares, sendo que Washington tinha afirmado anteriormente que a Rússia tinha ameaçado utilizar este tipo de armamento na Ucrânia.

Antes, a Casa Branca tinha afirmado também que a reunião de Ancara “não foi uma negociação de qualquer tipo” ou “uma discussão de um acordo sobre a guerra na Ucrânia”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.