Um dirigente da Casa Branca disse que Harward invocou compromissos familiares e financeiros.

A informação foi prestada sob anonimato, porque a decisão de Harward ainda não foi anunciada publicamente.

Harward, um ex-militar das tropas especiais SEAL, substituiria Flynn, que se demitiu a pedido de Trump, na segunda-feira, depois de se saber que mentiu ao vice-presidente Mike Pence sobre conversas que teve com um diplomata russo.

As hipóteses que são agora mais faladas são do atual conselheiro de Segurança Nacional, Keith Kellogg, e do general reformado David Petraeus.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.