Com assinatura dos jornalistas italianos Nello Scavo e Roberto Beretta, um livro intitulado "Fake Pope" vem agora mostrar que nem tudo o que já se escreveu sobre Francisco é verdade.

Ao Vatican News, Nello Scavo explicou que "a ideia nasceu depois do lançamento do livro 'Os inimigos de Francisco', obra que investiga quais são as resistências e os obstáculos que o Papa encontra. Com este trabalho, ao invés, quisemos documentar e tentar desmentir muitos boatos sobre o Papa que circulam na Internet e em outros meios de comunicação".

Assim, esta é uma oportunidade para confrontar as notícias com a realidade e colocar em prática o tema do Dia Mundial das Comunicações Sociais deste ano: “A Verdade vos tornará livres (Jo 8, 32). Fake news e jornalismo de paz”.

"Escolhemos as notícias que nos pareciam mais interessantes, desde o período da ditadura argentina até aos nossos dias. Selecionámos uma a uma e fizemos uma verificação dos factos", explicou o jornalista. "Procurámos um fio lógico entre as notícias para entender que alguns boatos nascem de maneira espontânea e outros, ao invés, são frutos de uma estratégia bem precisa para desacreditar o Pontífice".

De acordo com o jornal italiano La Stampa, o livro terá também algumas fotografias que foram publicadas na Internet, também elas falsas. Entre elas estão uma fotografia do dia da eleição de Francisco, cuja sombra foi alterada, e uma selfie que foi tida como a primeira tirada pelo Papa.

Segundo a Santa Sé, a publicação chegará às bancas já esta sexta-feira, 1 de junho.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.