Denýs Shmhal, o falso primeiro-ministro, manteve uma chamada esta semana com o titular britânico da pasta do Interior, Priti Patel.

Ben Wallace disse que, de início, começou a conversar com o falso Chefe de Governo da Ucrânia, mas despertou suspeitas quando lhe fez "várias perguntas complicadas".

"Não há nenhuma quantidade de desinformação russa, distorções ou truques sujos, que possam distrair a atenção dos abusos aos direitos humanos que a Rússia está a fazer na sua invasão ilegal na Ucrânia", disse o ministro após o incidente, que qualificou de "tentativa desesperada".

Em resposta à mensagem do titular da pasta da Defesa, também o ministro Priti Patel revelou que foi vítima de uma chamada semelhante: "O mesmo me aconteceu esta semana. Foi uma tentativa patética de nos dividir nestes tempos difíceis", escreveu também no Twitter.

De acordo com fontes do Ministério da Defesa à estação de televisão "Sky News", a conversa de hoje com Wallace durou cerca de dez minutos.

O impostor, que instalou uma bandeira ucraniana como cenário, levantou dúvidas ao ministro britânico quando começou a fazer perguntas "despropositadas".

"Receberam a substância que enviámos?", perguntou o falso primeiro-ministro ucraniano a Wallace, que se encontrava nesse momento na Polónia, e respondeu que não sabia do que o interlocutor estava a falar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.