Esta quarta-feira o Aeroporto Internacional da Madeira foi ‘roubar’ o nome ao melhor jogador do mundo. A partir de hoje passa a ser Aeroporto Cristiano Ronaldo. Com uma inauguração de pompa e circunstância, não podiam faltar as figuras de Estado maior. Miguel Albuquerque, Presidente da Região Autónoma da Madeira, convidou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa.

Foi ao chefe de Estado e ao chefe de Governo que coube a honra de destapar a placa com o novo nome do Aeroporto. A bandeira portuguesa foi puxada, os aplausos foram dados e os discursos feitos. Mas o que daria de falar estava atrás, em segundo plano.

Abaixo da placa estava um busto de Cristiano Ronaldo, esculpido pelo madeirense Emanuel Santos. O autor disse à RTP que começou esta obra “por iniciativa própria”, tendo depois apresentado o projeto “à direcção do aeroporto”. “Assim sendo, pus mãos à obra, fui falar directamente com a direcção, e mandaram-me avançar com o trabalho”, conta.

O busto, feito de bronze, “demorou quinze dias no máximo”, disse Emanuel. "É sempre uma mais-valia para mim fazer um trabalho desta natureza, para mais a representar a maior vedeta do futebol mundial, sendo um conterrâneo", disse.

Esta é a segunda representação do jogador na sua terra natal. Esculpida em bronze, com 3,40 metros de altura e 800 quilos, Cristiano Ronaldo inaugurou uma estátua sua, da autoria do escultor madeirense Ricardo Veloza, no dia 21 de dezembro de 2014.

Um busto ‘duvidoso’

A imprensa não demorou muito tempo a olhar mais a detalhe para a estátua. E as imagens demoraram ainda menos a espalhar-se além fronteiras. "Cristiano Ronaldo tem um aeroporto baptizado em sua honra... e um busto duvidoso", dizem os britâncios do The Guardian. Já o Daily Mail aproveitou para fazer uma pequena brincadeira: "Cristiano Ronaldo face a face com estátua questionável enquanto responde aos críticos que se opuseram à mudança do nome do aeroporto da Madeira em sua honra".

Da imprensa à internet foi um ‘pulinho’. Veja por si:

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.