Em comunicado, a GNR adianta que durante a operação de prevenção e combate à criminalidade, realizada na “Feira de São Tiago” na terça-feira, foram identificadas seis pessoas, quatro homens e duas mulheres, com idades entre os 24 e os 57 anos, por venda de artigos contrafeitos.

No âmbito da operação, os militares apreenderam 2.497 artigos contrafeitos de várias marcas conhecidas avaliadas em 247 mil euros.

Entre as apreensões estão 1.067 artigos de calçado, 1.024 peças de vestuário, 165 malas e carteiras, 153 óculos de sol, 43 relógios, 42 bonés e três perfumes.

“A ação resultou na elaboração de 11 autos de notícia por crime de contrafação, sendo os factos remetidos ao Tribunal Judicial da Comarca da Covilhã”, indica a GNR.

A operação envolveu 60 militares de diferentes subunidades e valências, nomeadamente dos Destacamentos de Intervenção de Castelo Branco e de Santarém e dos Destacamentos Territoriais de Castelo Branco, Fundão e Idanha-a-Nova.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.