A escultura de uma “Nossa Senhora da Bola” foi retirada de uma instalação artística carnavalesca no centro de Torres Vedras. A figura é “em tudo igual a uma Nossa Senhora, sem expressão facial, tendo no lugar da face uma bola de futebol”, descreve o autor, Bruno Melo, nas redes sociais.

Este ano, o Carnaval de Torres Vedras tem como tema "Made in Portugal". O monumento, inaugurado no passado dia 9 de fevereiro, "representa vários aspetos da identidade nacional, aqui sujeitos à sátira político-social que caracteriza os festejos", explica a autarquia em comunicado. Elementos como monumentos, artesanato, gastronomia e figuras públicas das esferas política, desportiva e social. É neste contexto que, no topo do monumento, surge Cristiano Ronaldo no lugar do Cristo Rei.

Alguns dias depois da inauguração do monumento, Bruno Melo, artista plástico que assina a obra, acrescentou uma peça que não fazia parte do projeto — a Nossa Senhora da Bola.

À TSF, Bruno Melo explica que a imagem não fazia parte da maqueta original aprovada pela autarquia torrense, “porque é desenhado com muita antecipação e há ajustes. O concurso é em julho e a execução começa em outubro ou novembro, e há sempre ajustes.”

Bruno Melo admite à rádio que foi sua a decisão de "surpreender o cliente" , mesmo sabendo que seria um tema quente por envolver a Igreja, decidiu arriscar este acrescento, afirmando que faz parte do Carnaval de Torres Vedras o elemento-surpresa que nasce dos artistas que criam o monumento.

"Foi neste contexto que a Paróquia da cidade de Torres Vedras se manifestou ofendida com a presença da imagem no monumento e solicitou a sua remoção", esclarece a autarquia ao SAPO24.

Ainda à TSF, o artista plástico diz que a responsabilidade pela retirada da figura não é da câmara: “Por eles a figura ficava porque não tem maldade nenhuma, mas a pressão é tão grande que é melhor tirar a imagem”, diz, indicando que os responsáveis autárquicos “estão a ser pressionados pela paróquia de Torres Vedras”.

“Escandalizada está uma sociedade que devido a credos, crenças ou religiões, ainda tem o poder de ver e convencer quem vê, que esta é uma sátira que não pode ser feita, ao ponto de a mesma ser retirada do Monumento!”, escreveu Bruno Melo na rede social Facebook, na passada sexta-feira.

Em explicações por escrito ao SAPO24, a organização do Carnaval de Torres Vedras afirma que "sabendo que no Carnaval a sátira não deve ser levada a mal, mas respeitando o eventual desconforto que esta adição ao monumento poderia causar em alguns foliões crentes", "optou por solicitar ao artista plástico a remoção da imagem o Monumento, pelo que a 'Santa da Bola' foi assim retirada do seu pedestal e enviada para restauro".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.