“Os doentes internados estão todos bem, assim como os profissionais do hospital”, disse à agência Lusa fonte oficial do CHULC, que integra os hospitais de São José, Santa Marta, Capuchos, Curry Cabral, D. Estefânia e Maternidade Alfredo da Costa.

Segundo a mesmo fonte, a explosão que ocorreu num edifício em frente ao Hospital de Santa Marta não afetou nenhum serviço de internamento, tendo apenas causado danos materiais na fachada, nomeadamente vidros partidos, caixilharia e portas danificadas.

O alerta para a explosão, seguida de incêndio, de um prédio de habitação na rua de Santa Marta, foi dado às 07:48, segundo os bombeiros.

A parte da frente do edifício ruiu e várias projeções atingiram o Hospital de Santa Marta, disse o vereador o vereador da Proteção Civil da Câmara de Lisboa, Carlos Castro.

A explosão atingiu também viaturas estacionadas naquela rua, que se encontra cortada ao trânsito.

Quatro das cinco pessoas que ficaram feridas durante a explosão seguida de incêndio tiveram alta hospitalar e apenas uma permanece internada, segundo o vereador da Proteção Civil.

Neste momento, falta localizar um dos nove moradores daquele prédio.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.