“Estão os dois dominados em Oleiros” e no geral, em Portugal, “não há hoje incêndios em curso ativos com especial expressão”, adiantou Patrícia Gaspar, pouco antes das 09:00.

A adjunta de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil fazia, ao telefone, um ponto de situação nacional dos fogos florestais no país.

“Há pequenas ocorrências em curso sem qualquer expressão de preocupação”, confirmou depois, às 09:00, no ‘briefing’ diário na sede da ANPC, em Oeiras.

Patrícia Gaspar disse que, desde as 00:00 de hoje, foram registadas 33 ocorrências diversas.

Na quinta-feira, foram 129 as ocorrências verificadas, maioritariamente no distrito do Porto, com 30, seguido dos distritos de Aveiro e Viana do Castelo, com 20 e 13 ocorrências, respetivamente.

Patrícia Gaspar afirmou que as condições atmosféricas, pelo menos entre hoje e terça-feira, são mais favoráveis em matéria de incêndios florestais, tendo em conta a diminuição das temperaturas e os níveis de humidade previstos pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

[Notícia atualizada às 10h26]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.