O fogo deflagrou pelas 21:00 de domingo em Perafita, freguesia de Vila Verde, concelho de Alijó, distrito de Vila Real, e, segundo a Proteção Civil, foi dado como estando “em resolução” a meio desta manhã.

No entanto, de acordo com a informação disponibilizada na página da Internet da ANPC, ao início da tarde verificou-se uma reativação do incêndio.

O presidente da Junta de Freguesia de Vila Verde, Toni Afonso, disse à agência Lusa que no local “estão, de novo, a atuar os meios aéreos”.

Para o combate a este fogo foram mobilizados, segundo a ANPC, cinco meios aéreos e, pelo terreno, estão espalhados 270 operacionais e 80 viaturas.

Toni Afonso referiu que o fogo está a lavrar numa zona de mato da aldeia de Souto de Escarão, salientando que não está perto da localidade.

O presidente da Câmara de Alijó, José Paredes, disse esta manhã à agência Lusa que, neste incêndio, arderam “cerca de 600 hectares” de mato e pinhal.

O autarca disse ainda “estranhar muito” a hora a que deflagrou o fogo, tanto mais que, segundo frisou, é "a quarta ignição no mesmo local e num curto espaço de tempo”.

Esta manhã, uma viatura pesada de combate a incêndios do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR capotou, sem provocar feridos, enquanto combatia este incêndio.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.