Os números foram divulgados hoje pelas autoridades de saúde do país, o segundo mais populoso do mundo, com quase 1,4 mil milhões de habitantes, onde cada vez mais pessoas doentes procuram respostas de um sistema de cuidados de saúde frágil, com falta de camas hospitalares e oxigénio.

As infeções contabilizadas nas últimas 24 horas elevam o total para 15,9 milhões de casos na Índia desde que a pandemia começou. É o segundo maior país em casos atrás dos Estados Unidos.

O total de mortes na Índia subiu para 184.657, disse o Ministério da Saúde.

Muitos hospitais estão a reportar uma escassez crítica de camas e medicamentos e a funcionar com níveis perigosamente baixos de oxigénio.

O Tribunal Superior de Nova Deli ordenou na quarta-feira que o Governo desviasse o oxigénio do uso industrial para os hospitais, para salvar a vida das pessoas. “Implorar, pedir emprestado ou roubar, é uma emergência nacional”, disseram os juízes em resposta a uma petição de um hospital de Nova Deli que solicitou a sua intervenção.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.046.134 mortos no mundo, resultantes de mais de 142,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Em Portugal, morreram 16.951 pessoas dos 831.645 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.