Nikhil Dohre foi espancado com uma vara e pontapés do seu professor do ensino secundário até ficar inconsciente por ter escrito errado uma palavra numa prova no início do mês, segundo a denúncia apresentada pelo seu pai.

O jovem de 15 anos morreu na segunda-feira num hospital do norte do estado de Uttar Pradesh por causa dos seus ferimentos.

O professor, contudo, encontra-se em fuga. "Está foragido, mas prendê-lo-emos em breve", disse à AFP o oficial de polícia Mahendra Pratap Singh.

Dohre era membro da comunidade Dalit, que está na base do sistema de castas da Índia e está sujeita a preconceitos e discriminação há séculos.

Centenas de pessoas foram às ruas na segunda-feira depois das notícias da morte de Dohre se terem espalhado no distrito de Auraiya, onde o incidente ocorreu.

A multidão exigiu a prisão do professor e incendiou uma viatura policial. Uma dúzia de manifestantes foram detidos, disse Singh.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.