"Estamos diante de um momento histórico. Indicámos o nome de Giuseppe Conte ao Presidente da República. Um nome que pode levar adiante o contrato de governo", disse o líder do M5S, Luigi Di Maio, numa breve nota publicada nas redes sociais.

Giuseppe Conte, de 54 anos, é um jurista universitário, especialista em direito civil e administrativo.

Desconhecido do grande público italiano e sem passado político, Conte foi apresentado ao país pelo M5S mesmo antes das eleições gerais italianas do passado dia 04 de março.

Na altura, o jurista foi apontado com um possível ministro que teria a missão de "desburocratizar" a função pública italiana.

Após a proposta do nome de Giuseppe Conte, cabe agora ao Presidente italiano, Sergio Mattarella, aprovar esta designação e convidá-lo para formar o futuro executivo de Itália, país que está sem governo há mais de dois meses.

Conte será "um primeiro-ministro político e um governo político, proposto por duas forças" que foram votadas pelos italianos, referiu ainda Luigi Di Maio, na mesma nota.

Conhecidas como forças anti-sistema e eurocéticas, a Liga e o M5S foram as formações políticas mais votadas nas eleições gerais italianas do passado dia 04 de março.

Na sexta-feira, os dois partidos já tinham anunciado um "contrato de governo" que rejeita a austeridade e as "ordens" de Bruxelas e promete "firmeza" na luta contra a corrupção, o crime e a imigração.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.