O arranque da época balnear nas praias do Norte do país só acontecerá, oficialmente, a 27 de junho, como indica um despacho dos ministérios da Defesa e Ambiente, publicado esta quinta-feira em Diário da República.

No documento, que identifica as "águas balneares interiores", poderá consultar todas as praias, respetiva data de abertura e de encerramento da época balnear, e se é assegurada a presença de nadadores-salvadores.

A época balnear abre, como previsto, no próximo sábado, 6 de junho, no Sul do país, nomeadamente no Algarve, em parte da Costa Alentejana, na área da Grande Lisboa e na zona Oeste, até à Nazaré.

À Renascença, fonte do Ministério do Ambiente, explicou que esta diferenciação deve ao facto de não estar ainda concluído o levantamento da capacidade de todas as praias.

Nas praias que não estão incluídas no despacho do Diário da República, não se sabe, ainda, a sua capacidade, não sendo possível aplicar as novas regras definidas no âmbito do desconfinamento.

Se no Norte os veraneantes poderão ir a banhos apenas até 30 de agosto, na região Centro o fim da época balnear pode ocorrer a 30 de agosto, 6, 13, 15 e 20 de setembro, consoante a praia.

O Algarve e Lisboa e Vale do Tejo são as regiões com a maior época balnear, começando, na generalidade das praiss, a 6 de junho e terminando a 15 de outubro.

Praias com regras

Durante a época balnear deste ano os utentes das praias devem assegurar um distanciamento físico de 1,5 metros entre diferentes grupos e afastamento de três metros entre chapéus de sol, toldos ou colmos.

Os cidadãos devem cumprir as medidas de etiqueta respiratória e proceder à limpeza frequente das mãos, bem como "evitar o acesso a zonas identificadas com ocupação elevada ou plena".

Para informar sobre estado de ocupação das praias, vai existir "sinalética tipo semáforo", em que a cor verde indica ocupação baixa (1/3), amarelo é ocupação elevada (2/3) e vermelho quer dizer ocupação plena (3/3).

A informação sobre o estado de ocupação das praias vai ser "atualizada de forma contínua, em tempo real", designadamente na aplicação InfoPraia e na página da internet da APA.

A época balnear, que costuma ter início a 1 de maio, foi este ano atrasada devido à pandemia da Covid-19.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.