“Estava na localidade, no Paul do Mar, e uma senhora ligou-me a dar esta notícia menos boa, que dois rapazes a tinham encontrado”, disse à Lusa o presidente da Junta de Freguesia de Paul do Mar, Paulo Sérgio Rodrigues, que se encontrava na enseada entre o Paul do Mar e o Jardim do Mar, onde o corpo do animal foi encontrado.

O lobo marinho, que anteriormente era visto diariamente, já não era avistado há uma semana, “após ter recebido um tratamento de 15 dias pelo Parque Natural [da Madeira]”, o que, segundo o autarca, motivou uma deslocação propositada da população ao cais, já desconfiando que “alguma coisa tinha acontecido", tendo em conta o período de tempo que ficou sem aparecer "e também a sua idade".

O presidente da Junta de Freguesia do Paul da Mar explicou também à Lusa as dificuldades que passou para chegar ao local onde foi avistado o corpo do animal, uma fêmea de 23 anos, um local de dificil acesso, com um pouco de calhau.

Paulo Sérgio Rodrigues garantiu que só abandona o corpo do animal, “que será retirado do calhau amanhã [terça-feira] pela manhã”, quando os vigilantes da natureza conseguirem assegurar que o corpo não é levado pelo mar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.