“Os meios continuam em vigilância ativa no local”, disse uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco (CDOS) à agência Lusa, confirmando dados divulgados pela Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) na sua página da internet.

Em todo o país, as duas ocorrências de Oleiros, que começaram na quarta e na quinta-feira e estão em fase de conclusão, nas localidades de Selada das Pedras e Poeiros, são as que concentravam, às 12:00 de hoje, meios mais significativos, num total de 926 operacionais e 259 meios terrestres.

Entretanto, no mesmo distrito, mas no município de Penamacor, eclodiu hoje, às 10:58, um fogo em mato que, uma hora depois, mobilizava 161 operacionais, 42 meios terrestres e quatro meios aéreos, ainda segundo a ANPC.

Os dois incêndios que lavraram no município de Oleiros, em áreas de mato e povoamento florestal, foram considerados dominados na madrugada de sábado.

Num dia parcialmente nublado no distrito de Castelo Branco e em geral na região Centro, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje, no concelho de Oleiros, temperaturas entre os 15 e os 29 graus centígrados e um nível de humidade no ar de 49%.

A humidade em Oleiros, segundo a página da internet do IPMA, deverá quase duplicar entre segunda e terça-feira, aumentando para 87% e 89%, respetivamente.

Ao mesmo tempo, prevê-se que as temperaturas na região baixem nos próximos dois dias, para entre 15 e 25 graus centígrados, na segunda-feira, e 13 e 25, no dia seguinte.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.