De acordo com um comunicado de imprensa, o disparo do míssil foi efetuado por uma fragata no Mar Branco contra um alvo situado na costa do Mar de Barents.

“O míssil Tsirkon atingiu ‘em cheio’ o objetivo, a uma distância de 350 quilómetros”, indicou o Ministério da Defesa sem precisar a data em que foi realizado o teste militar.

“Confirmaram-se as características táticas e técnicas do míssil Tsirkon. A velocidade do voo aproximou-se de Mach 7” (cerca de 8.500 quilómetros por hora), acrescenta a mesma nota.

A Rússia pretende armar com este tipo de mísseis de cruzeiro hipersónicos os navios de guerra e submarinos.

De acordo com o presidente russo, Vladimir Putin, o Tsirkon pode atingir uma capacidade nove vezes superior à velocidade do som e tem um raio de ação de mil quilómetros podendo atingir objetivos marítimos e terrestres.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.